Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2015

Grana

compra tantas coisas deve ser por isso que as pessoas esperam ter grana o tempo todo será que ela também afrouxa a saudade?

Confissões

Já fiz muitas orações. Eu orava quase todos os dias. Às vezes, esquecia ou estava atrasado para sair. Eu não sei exatamente em que momento parei de orar. Sinceramente, eu não tenho visto diferença. 
Pra onde vai a oração perdida, a lágrima derramada, a prece não atendida, o sonho não realizado, a promessa não cumprida e o grito não ouvido? Toda essa braveza em vão. Eu não sei para onde vai a dor, mas eu sei que ela sempre volta.

Vida Engraçada

(Imagem: arquivo pessoal)

A Confiança é uma Navalha!

Como quando a gente vai ao barbeiro, cortar cabelo ou fazer a barba, na vida passamos por vários testes de confiança. Digo isso porque outro dia, quando fui cortar o cabelo, percebi que já havia muito tempo que ia no mesmo barbeiro. Mesmo com uma idade avançada, e com alguns sinais de Alzheimer, ele ainda dominava a tesoura e a navalha. Percebi que a navalha afiada deslizava sobre minha pele, o suficiente para atingir uma artéria. Eu gosto das minhas artérias, principalmente das carótidas.
Toda vez que vou cortar o cabelo, ele poderia me matar. Não o cabelo, o barbeiro. Cada corte é uma oportunidade, mas ele nunca tentou nada. Eu até gosto dele. Do meu cabelo. Nem acho que tentaria, confio nele. No barbeiro. Quem me garante que ele, o barbeiro, num surto psicótico, num instante de tempo em que segura a navalha, não corte minha gargante, fazendo com que jorre sangue por toda parte?